Notícias da edição 664 • 28 de agosto de 2015 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS


CAPA E DESTAQUES

Prioridades são escolhidas na Consulta Popular

A votação da Consulta Popular e Cidadã 2015 - Orçamento 2016 ocorreu durante o dia 20, de forma presencial, com 897 votantes em Veranópolis. Já os números da votação pela Internet ainda não foram divulgados. Foi escolhido o apoio para compra de mobiliário para o Colégio São Luiz Gonzaga, EEEF Virgínia Bernardi e EEEF Don Mateus Pasquali, com R$ 30 mil, apontado por 591 votos. Na área da saúde, aquisição de equipamentos para o Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi, com R$ 112.500, por 885 votos. Um total de 700 votos elegeu o apoio e ampliação da infraestrutura rural em Veranópolis, com destinação de R$ 12 mil. Para a agroindústria familiar de Veranópolis serão R$ 30 mil, apontado por 688 votos. Em nível regional, as quatro demandas mais votadas foram saúde - 733 votos, infraestrutura e logística - 634 votos, segurança pública e defesa civil - 428 votos, e habitação, desenvolvimento urbano e saneamento - 387 votos. Conforme o secretário municipal da Fazenda e presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento da Famurs, Ricardo Ledur Gottardo, "a consulta popular, além do seu objetivo primeiro que é determinar a distribuição de recursos para projetos de interesse regional, traz a manifestação da população acerca das demandas fundamentais, e o resultado deixa explícito aquilo que o povo espera do setor público - saúde, educação, infraestrutura, segurança e apoio ao agricultor".

Veranópolis registra chuva de pedra

Houve queda de granizo em pontos de Veranópolis na quarta-feira, dia 26 de agosto, por volta das 13h, sem causar danos. O tempo ficou fechado durante o dia todo, com forte precipitação e raios no início da noite na região.

Fagundes registra queda de granizo

Na noite de sábado, 22, houve chuva de granizo na região e uma das comunidades atingidas foi São Paulo da Cruz, em Fagundes Varela. O fenômeno foi registrado por volta das 20h. Uma casa pertencente a Gilmar Marca teve telhado e aviário danificados. Ainda há relatos de granizo em São Pedro e São João, em Fagundes Varela, São Valentim e Sapopema, em Veranópolis, e Vila Flores.

Vereador propõe implantação da Creche do Idoso

Foi aprovada a proposição, em forma de anteprojeto de lei, que sugere a criação do programa 'Creche do Idoso', de autoria do vereador Celito Bortoli. A votação ocorreu na sessão do dia 17 na Câmara de Vereadores de Veranópolis. A ideia é proporcionar bem-estar social, qualidade de vida e melhor integração social. Muitas vezes os familiares de pessoas com idade avançada não têm tempo livre para cuidar nem condições de contratar alguém. A proposta recebeu seis votos favoráveis e dois contrários.

Professores do Colégio São Luiz Gonzaga fazem mobilização

Alguns professores do Colégio São Luiz Gonzaga, de Veranópolis, realizaram mobilização no final da tarde de sexta-feira, 21 de agosto. Elas saíram do educandário e foram até a praça XV de Novembro com bandeiras do Cpers. O São Luiz esteve sem aulas do dia 19 ao dia 21, retornando normalmente na segunda, dia 24 de agosto.

Fogo Simbólico chega a Veranópolis

A Centelha da Pátria chegou em Veranópolis na manhã de 20 de agosto, trazida pelo presidente da Associação dos Oficiais da Reserva do Exército Brasileiro e membro da Liga de Defesa Nacional, Carlos Augusto Santiago Nobre. A cerimônia ocorreu na escola Evolução e Agrícola. O Fogo Simbólico foi recebido pelo prefeito Carlos Alberto Spanhol, comando da Brigada Militar de Veranópolis, estudantes, professores, diretores e autoridades locais. A centelha fica sob guarda da Brigada Militar até o início da Semana da Pátria.

Escolas recebem exemplares do livro sobre Elias Ruas Amantino

Foi realizada na manhã de terça-feira, 25 de agosto, a entrega de trinta exemplares da obra 'Na Mira - A vida de Elias Ruas Amantino' para as escolas de Veranópolis. O evento contou com as presenças do filho do homenageado, Manoel Dall'agnol Ruas Amantino, neta Manoela Amantino, prefeito Carlos Alberto Spanhol e a secretária de Educação e Cultura, Elis.Regina Peracchi Favero. Os exemplares foram recebidos pelas diretoras dos educandários e farão parte das bibliotecas.

Inspeção de produtos de origem animal é tema de palestras na Soal

Ocorreu na sexta-feira passada, 21, um ciclo de palestras educativas sobre serviços de equivalência de inspeção de produtos de origem animal. O evento foi realizado no auditório Arlindo Caser da Soal e abordou temas como 'Plano de adesão ao SISBI / Susaf via consórcios' e 'Importância, entraves e possibilidades' do programa. 'Boas práticas de fabricação: autocontroles para agroindústria' e 'Organização do Serviço Oficial de Inspeção' também foram temas de discussão. Entre os palestrantes, as fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Marília Biermann Pinto e Solange Durigon, e o diretor-executivo do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha, Rudimar Caberlon. O encontro ajudou a esclarecer dúvidas sobre a inspeção municipal sanitária de agroindústrias, fábricas de queijos, salames, mel e outros. Foram cerca de 50 inscritos ligados à agricultura da região, como secretários municipais, veterinários e representantes da Emater.

Roteiro Turistico Termas e Longevidade tem nova logotipia

Em encontro realizado no Museu Municipal de Nova Prata no dia 20, o grupo gestor do Roteiro Turístico Termas e Longevidade definiu a nova identidade visual e o desenvolvimento dos impressos que divulgarão o pacote. Representando Veranópolis, participaram o secretário de Turismo Romeo Mattielo Tedesco e a turismóloga e coordenadora do roteiro, Gisele Martins da Cunha. Na próxima reunião, que acontece em Veranópolis no dia 3 de setembro, o grupo vai escolher uma empresa para gerir as redes sociais e o local para o lançamento dos novos materiais. A nova logotipia do roteiro já está disponível para uso nos materiais de divulgação dos empreendimentos do Município, e pode ser solicitada via setur@veranpolis.rs.gov.br.

Futebol da AAV vence amistosos

No sábado, 22, as categorias sub13 e sub15 disputaram amistosos matinais. O adversário foi o SER Amigos de Nova Prata. A primeira a entrar em campo foi a categoria sub13, que venceu com gol de Léo de fora da área. Já a categoria sub15 terminou a primeira etapa perdendo de dois a zero. No intervalado o professor Eduardo Farenzena mudou taticamente a equipe, adiantando mais a marcação, e a AAV virou a partida com três gols de Ueslei Kramer, finalizando o placar em três a dois. Neste domingo, 30, a AAV volta a jogar pelo Campeonato do Sesc. Os jogos acontecem em Caxias do Sul contra as equipes do Genoma Colorado.

AAV recebe equipes para disputa no futsal feminino

Na manhã de domingo, 23, seis equipes de futsal feminino jogaram no Ginásio Poliesportivo Municipal Leonir Antônio Farina. A Associação Atlética Veranópolis recebeu times de Caxias do Sul, Nova Petropolis e Bento Gonçalves para disputas nas categorias sub13, sub15 e sub17, pela quarta rodada do torneio. A AAV enfrentou o São Paulo de Bento Gonçalves, com uma derrota e dois empates. Pela sub13, o São Paulo goleou a AAV por cinco a um, gol este feito por Duda. Na sub15 houve empate em dois a dois, com gols da AAV feitos por Patrícia e Carolaine. O outro empate foi na sub17, em um a um, gol de Esther para o time da casa. As veranenses voltam à quadra em outubro, quando jogam em Caxias do Sul contra as equipes do Garotas da Bola, de Nova Petrópolis.


VARIEDADES

Família Reche faz encontro em Veranópolis

Encontrar-se, conhecer-se, consolidar laços de amizade e parentesco é o objetivo do segundo Resches em Festa. Veranópolis foi escolhida para ser palco do encontro que vai acontecer no dia 6 de setembro. Centenas de pessoas são esperadas, a maioria da região, mas também de outros pontos do Estado e do Brasil, especialmente Santa Catarina e Paraná. A primeira edição, em Lagoa Vermelha, teve mais de 500 participantes, marcada pela alegria, descontração e muita emoção. Tudo começou no dia 5 de abril de 1886, quando desembarcaram no Rio de Janeiro os irmãos Antonio Reche e Angela Reche Cenci, com seu marido Valentim Cenci. O destino era a colônia Vila Isabel, atual Bento Gonçalves. Receberam do governo imperial os lotes 29 e 59 na linha Júlio de Castilhos, hoje São Brás, Cotiporã, e colônia Alfredo Chaves, hoje Veranópolis. No dia 31 de março de 1887 chegava o restante da família, os avós Pietro Reche e Maria Dalla Costa, pais Francesco Reche e Giustina Dalla Costa, e irmão Domenico Reche e esposa Maria Luigia Cenci. A caçula Pascoa Reche casou aqui com Fortunato Dalla Costa e foi morar em Fagundes Varela. Com o tempo, migraram para outras localidades da região, outras cidades do RS e para Porto Alegre, estando atualmente espalhados pelo Brasil e no Exterior. Este é um pequeno relato de uma história que não tem fim, feita de força, luta, garra, fé e coragem desses guerreiros que deixaram uma grande herança. Tudo isso será mostrado na festa de 6 de setembro no encontro da familia Rech / Reche. As duas grafias estão corretas para o mesmo sobrenome.

Programação

As atividades começam às 8h com recepção e café colonial até as 10h. Em seguida será batida a tradicional foto dos participantes na praça da gruta de Nossa Senhora de Loures. Às 10h30min será rezada missa na gruta, e às 11h30min havrá apresentação de um documentário. Ao meio-dia será servido almoço no salão da gruta. Às 15h haverá baile vespertino e atividades paralelas, e a partir das 16h haverá chá, café da tarde e tenda de produtos típicos da região. O jantar de encerramento será servido a partir das 19h, com sopa de capeletti, pastéis, canudos, maionese, galeto, carne de porco, churrasco, saladas diversas, sobremesas, vinhos e refrigerantes. O ingresso para adulto custa R$ 45, e criianças de 7 a 10 anos pagam R$ 20. Menores de 7 anos não pagam. Não haverá ingressos no local, então é necessário confirmar a entrada até esta sexta-feira, 28 de agosto, no Big Bazar e no Mercado Santa Clara, com Valdete. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 54-3441-1954 ou encontroreches@gmail.com.



REGIÃO

Coral de Vila Flores se destaca no RS

O Coral da Municipal de Vila Flores ganhou o primeiro lugar no terceiro Festival de Corais de Música Italiana Servo de Deus João Benvegnu, que aconteceu no dia 15 de agosto na cidade de São Domingos do Sul. Os corais cantaram para o público e para o corpo de jurados, que premiaram os três melhores da noite. O prêmio para o primeiro lugar foi de R$ 1.500 e o troféu rotativo. "Para nós, o Festival de Corais foi um grande desafio, já que havia grupos concorrentes muito fortes e experientes. Por meio de um planejamento muito calculado, vários meses de intensos ensaios e uma vontade muito grande de melhorar, fomos capazes de fazer uma bela apresentação do repertório proposto. Alcançamos nosso objetivo de sermos um coral melhor do que éramos antes do evento. Não podemos deixar de agradecer a todos pelo empenho e a administração municipal que sempre nos apoia nestes eventos", destaca Antônio Costella, participante e responsável pelo coral. O festival tem como objetivo o poder de estimular e difundir a arte do canto coral, além de incentivar o aprimoramento técnico dos coros, promovendo o intercâmbio cultural, estimulando os grupos da região contou com a participação de corais de alta experiência como Cotiporã, que tirou segundo lugar, Veranópolis, que ficou na terceria colocação, Serafina Corrêa e Marau. "O Coral Municipal tem mais de vinte anos de existência e isso demonstra o quão importante é para o Município. Por isso a Administração Municipal não mede esforços para incentivar, manter e promover o coral e devo aqui publicamente parabenizar o trabalho feito por todos que levam a cultura do Município a toda região através de participações em eventos", diz o prefeito Vilmor Carbonera.

Ponto turístico de Vila Flores passa por recuperação e revitalização

Localizada na encruzilhada da estrada Buarque de Macedo com linha Marechal Deodoro, a Cruz de Ferro é um ponto turístico de Vila Flores. Apoiada em rocha magmática, traz os dizeres 'Christus regnat - Christus Vincit - Christus imperat giubilo - MCMI', que significa 'Crsito reina - Cristo vence - Cristo impera - 1901'. Há duas histórias sobre a cruz, sendo a primeira contata por Rovílio Costa, autor do livro 'Os Capuchinhos do Rio Grande do Sul'. Segundo ele, em 1901 quando ocorreram as missões a cruz de ferro foi colocada em Barro Preto. Cornélio Pasinato era de uma tradicional família, muito querida pelo padre Mateus Pasquali, e era um cantor nato, que enriquecia as rezas. Por essa razão o padre resolveu colocá-la na frente da casa do amigo. A segunda história é contada por Paulo Feretto, que em 1901, ano santo, missionários a teriam colocado nesae local por ser ponto de grande movimentação de tropeiros e carroceiros. Havia uma luz que auxiliava os tropeiros nas noites escuras de inverno, além de uma caixa de madeira em que era possível depositar esmolas. Ambas as histórias convergem quando se referem à colocação da cruz por missionários em 1901, considerando como ano santo anunciado pelo papa Leão XIII. Segundo a secretaria de Turismo de Vila Flores, a revitalização se deve por ser um marco para a história da região e do Município, com preservação e conscientização dessa passagem histórica.

Audiência discute diretrizes orçamentárias em Cotiporã

O prefeito municipal José Carlos Breda, vice Ivaldo Wearich, secretários, vereadores e população em geral reuniram-se na segunda-feira, 24, para discutir e elaborar a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2016. A população presente pôde questionar e opinar a respeito da destinação dos recursos do Município. Breda ressaltou a importância da presença e participação da população, visando atender necessidades e prioridades dos cotiporanenses.

Prefeito de Cotiporã se reúne com alunos do projeto Desenvolvendo a Cidadania

Na segunda-feira, 24, o prefeito de Cotiporã José Carlos Breda, acompanhado do vice Ivaldo Wearich, recebeu em seu gabinete alunos participantes do projeto Desenvolvendo a Cidadania. A prefeita estudantil Camila Cendron Mercali e vice Talia Pitol, com secretariado, realizaram a visita para conhecer mais sobre o funcionamento do Poder Executivo Municipal. Conversaram sobre assuntos gerais relacionados à Administração Pública, como o papel do prefeito e vice, necessidades e prioridades da população, a importância do planejamento e de propor metas a serem cumpridas. Breda comentou a importância do desenvolvimento do projeto, que proporciona aos jovens "conhecimentos de suma importância para o crescimento pessoal e individual do estudante". Estavam presentes também a secretária de Educação e Desporto, Lenita Tomazi, a coordenadora e supervisora educacional Elizabete Ramansini, e a coordenadora pedagógica Aline Moreschi Vivan.

RBS grava em Fagundes

Mais uma vez Fagundes Varela será destaque na RBS TV. Desta vez, o programa Impulsão Agropecuária será assunto de reportagem que irá ao ar no Campo e Lavoura, para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e no Jornal do Almoço. O programa recebeu prêmios como o Gestor Público e Amigo do Leite, e deu a Fagundes Varela, em 2012, a medalha do Ministério da Agricultura como uma das dez cidades que mais investem na agricultura. Para gravar a reportagem, estiveram em Fagundes o repórter Romulo D'Ávila e o cinegrafista Darlan Gomes. O Município já foi pauta em várias reportagens da RBS por meio de programas e projetos como o Amo Minha Vida, Alimente sua Saúde com Qualidade de Vida, multa para quem não depositar lixo de forma correta, criação de cisternas com desconto no IPTU, criação de peixes para consumo próprio, programa Acessa Fagundes Varela, dentre outras. A reportagem deve ir ao ar nos próximos dias.

Alunos constroem composteira em Fagundes

A fim de oferecer um espaço de aprendizagem sobre processos biológicos envolvendo professores, funcionários e alunos em prol do ambiente, a Escola Municipal Caminhos do Aprender e a Emater de Fagundes Varela fizeram,na manhã de 20 de agosto a instalação de uma composteira. O objetivo é dar destino adequado aos resíduos orgânicos gerados na escola. De acordo com o extensionista da Emater Airton de Almeida, é uma maneira de reduzir a quantidade de lixo e aproveitar melhor os recursos naturais. "É a melhor solução para reciclar quase todos os restos de comida gerados na cozinha doméstica e na escola", afirma. A composteira foi construída em conjunto pelos alunos do terceiro, quarto e quinto ano, com orientação da Emater e de professoras da escola, usando pallets, placas e pregos reciclados. "A ação contribuiu para inúmeros momentos de aprendizagem. Todos os alunos envolvidos puderam medir, serrar e pregar, com os devidos cuidados. Conheceram e descobriram para que serve um esquadro e o que é um corte em ângulo. Deram ideias sobre a melhor maneira de construir. Além disso, aprenderam a respeitar a dificuldade do colega e a manejar novos instrumentos", destaca. A construção da composteira foi a primeira parte do trabalho. A partir de agora, os alunos descobrirão mais sobre as transformações e interações que acontecem durante o processo. O adubo reciclado, resultante da compostagem, será utilizado no projeto Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia, realizado no Município nos últimos quatro anos, uma parceria da Emater com a Caminhos do Aprender.

Escola de Fagundes recebe mais uma obra de ampliação

Iniciaram na última semana as obras de construção do centro administrativo da escola municipal Caminhos do Aprender, em Fagundes Varela. No local funcionará a direção do educandário e a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto. A obra terá um investimento total de R$ 277.669, sendo R$ 250 mil através de emenda do senador Paulo Paim e o restante recursos próprios do Município. A empresa Daltes Construtora, vencedora do processo licitatório, é a responsável pela edificação. O local que atualmente abriga a direção escolar será transformado em sala de aula. Com mais essa obra em andamento, Fagundes Varela se consolida entre as cidades que mais estão investindo apesar da crise financeira. Três obras estão em andamento, somando mais de R$ 3 milhões. A nova Prefeitura, em fase de conclusão, está recebendo investimento de R$ 1,5 milhão. Igual valor vai para o auditório da Caminhos do Aprender. Para o prefeito Jean Fernando Sottili, são os reflexos das políticas públicas pensadas no desenvolvimento do Município, empre com cautela para atender toda a demanda.

Dia da Administração Estudantil em Fagundes será em 2 de setembro

A paralisação dos servidores estaduais deixou o colégio estadual Ângelo Mônaco sem aulas, e o projeto Dia da Administração Estudantil teve alterações nas datas das atividades programadas. Na última segunda-feira, dia 24, o projeto foi retomado com apresentação dos planos de governo dos candidatos. No dia 25 os candidatos foram a Porto Alegre visitar a Assembleia Legislativa e o Palácio Piratini. No dia 26 aconteceu a eleição do prefeito, vice, e vereadores estudantis. No dia 27 houve reunião com os pais dos eleitos. No dia 1º ocorre a solenidade de posse, marcando a abertura da Semana da Pátria e, no dia 2, os empossados assumirão seus cargos por um dia no Executivo e Legislativo.

Soberanas divulgam BellaFesta 2015

As soberanas da BellaFesta 2015 seguem o trabalho intenso de divulgação do evento que acontece de 3 a 6 de dezembro em Fagundes Varela. A rainha Gabriela Cortelini e as princesas Fernando Magoga e Deise Belenzier seguem agenda de compromissos pelos Municípios da região. No último domingo, 23, o trio e integrantes da Comissão Organizadora estiveram na comunidade de Monte Berico, Cotiporã, divulgando o evento. Neste sábado, 29, estarão na escolha das soberanas da Festa In Vêneto em Cotiporã. No dia 5, participam de sessão de fotos oficiais e jantar beneficente em prol da Liga Feminina de Combate ao Câncer no Clube dos Motoristas de Fagundes Varela. No mesmo ato serão apresentados os vestidos oficiais. Já no domingo, 6, participarão da caminhada cívica a partir das 14h na praça Bella Vista.


COLUNAS

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

Sonegação de impostos no Brasil - Quando a carga tributária é muito alta e a fiscalização da sonegação é baixa, passa a ser economicamente racional a prática da sonegação. De acordo com a Receita Federal, a carga tributária bruta no Brasil passa de 35% do PIB, sendo que o Governo Federal fica com aproximadamente 70%, os Estados com 25% e os Municípios 5%. Já o Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional, Sinprofaz, estima que a sonegação de impostos no Brasil seja maior que a corrupção, e que os cofres públicos perdem acima de 500 bilhões de reais por ano, pelo não pagamento dos impostos devidos. Este é um grande mal ao país, que continua nas sombras, com pouca ou nenhuma divulgação pela grande mídia, apesar do tamanho do rombo aos cofres públicos. Os impostos mais sonegados são o INSS, o ICMS, o Imposto de Renda e as contribuições sociais pagas com base nas declarações das empresas. Um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, com sede em Curitiba, divulgou que existem indícios de sonegação em 65% das empresas de pequeno porte, 49% das empresas de médio porte e 27% das grandes empresas. A sonegação é maior no setor industrial e, apesar dos mecanismos existentes para evitar, quase nada é feito. Muitas vezes, depois de uma empresa sonegar durante anos, ainda é contemplada com parcelamento da dívida a perder de vista ou com anistia fiscal.

Essa prática, na verdade, premia os maus empresários, destrói o mercado e pune aqueles que recolhem seus impostos rigorosamente em dia. É debochar do empresário sério, que perde competividade, mercado e condições de crescer dentro da lei, pois seus concorrentes têm preços melhores pela simples sonegação de impostos. E quem deveria evitar essa prática criminosa, cala e consente com seu silêncio. Os principais tipos de sonegação apurados são a venda sem nota, com 'meia nota', duplicidade da numeração da nota fiscal, a compra de notas fiscais, o saldo negativo do caixa ou passivo fictício, o crescimento patrimonial incompatível dos donos do negócio, a apropriação indébita, como o não recolhimento de tributos descontados dos funcionários, e muitos outros. Em 2013, o Sinprofaz criou o Sonegômetro e desde essa data vem alertando que a sonegação e a lavagem de dinheiro vêm financiando a corrupção que assola o país e que isso só acontece porque temos um Estado muitas vezes tolerante e conivente, que não combate de forma eficaz essa prática e, sempre que falta dinheiro no caixa, corta investimentos necessários, aumenta a taxa de juros e os impostos, quando o correto seria combater a sonegação e punir exemplarmente os sonegadores.
* Célio Pezza


PANORAMA SOCIAL

Carnaval 2015 - clique para ver a galeria


ESPECIAIS

Especial de Natal 2014 - clique para ver o especial na íntegra

Troféu Imprensa Regional 2ª edição - clique aqui para ler na íntegra