Notícias da edição 856 - 24 de maio de 2019 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS

DESTAQUES

Prendas de Cotiporã e Veranópolis conquistam títulos

Entre os dias 16 e 18 de maio aconteceu a 49ª Ciranda Cultural de Prendas do Rio Grande do Sul, na cidade de Lajeado. O concurso elegeu as primeiras prendas do Estado, nas categorias Mirim, Juvenil e Adulta. Representando Cotiporã e o CTG Pousada dos Carreteiros, Táila Bergamin Kemerich garantiu o cargo de segunda prenda Juvenil do Rio Grande do Sul, repetindo o feito de 1992, quando a cotiporanense Graziela Bergamin conseguiu o mesmo cargo. Amanda Bissani Tonial, por sua vez, ficou como segunda prenda Mirim do RS, representando Veranópolis e o CTG Rincão da Roça Reúna. Ambas pela 11ª Região Tradicionalista, disputaram com mais vinte e cinco prendas. Para o título, apresentaram relatórios de atividades com desenvolvimento de projetos e participação em eventos, provas escritas, orais, artísticas e mostra folclórica. Ainda neste ano, Raphael Luciano Scarton conquistou título inédito para Cotiporã, ocupando o cargo de guri Farroupilha.

Veranenses fazem viagem técnica à Europa

Um grupo de veranenses realizou uma viagem técnica para Espanha e Itália durante a primeira metade do mês de maio. Foram duas semanas em busca de conhecimentos sobre as novidades e tecnologias presentes na Europa. A comitiva passou por áreas de produção de citros, empresas e institutos de pesquisas, entre outros locais. Um dos pontos de parada foi o Instituto Valenciano de Investigações Agrárias, referência mundial na pesquisa e desenvolvimento da citricultura, com palestra sobre poda, raleio químico e como evitar a alternância na produção das montenegrinas. O grupo esteve em uma empresa classificadora, embaladora e exportadora de citros em Valência. Viram de perto muita tecnologia e qualidade, mesmo sem poder fazer fotografias. Em um pomar de citros em Alzira, conferiram a formação de copa, troca de copa, manejo de fertirrigacao e do pomar em geral, com novas variedades. O Rio Turia cruzava o centro de Valência, e em determinadas épocas do ano causava alagamentos. Foi realizado o desvio do curso do rio, e no local onde era o leito ergueram parques, praças, ciclovias, museu e espaço para música. Em Bologna, foram a uma propriedade diversificada em frutas, pêssego, nectarina, damasco, kiwi, uva, tudo mecanizado, inclusive a poda e raleio, usando tecnologia de ponta. No Lago Di Garda, em Grezzana, assistiram todo processo de produção e elaboração do azeite de oliva extra virgem. Os veranenses foram recebidos pelo pesquisador Franco Meggio da Universidade de Pádua, e conheceram técnicas de cultivo de parreiras para elaboração do vinho pro secco. Em Conegliano, Valdobbiadene, estiveram uma cantina que produz vinho com documentação de origem controlada, DOC. A trupe passou ainda por uma fazenda de ciração de gado. Participaram o professor da Avaec e fruticultor Fernando Fracaro, que foi o idealizador da viagem, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Eugênio Zanetti, o produtor e ex-vereador Celito Bortoli, o chefe do escritório da Emater Valfredo Reali, o funcionário da empresa Frutimar Volmir Dal Más e os fruticultores Paulo Angonese, Justino Angonese e Eduardo Scalco.

Corsan de Veranópolis deixa de ter telefone fixo

A Companhia Riograndense de Saneamento está qualificando seu sistema de atendimento telefônico em vários Municípios gaúchos, como Veranópolis. Com essa iniciativa, o contato telefônico dos usuários para esclarecimento de dúvidas ou solicitação de serviços passa a ser feito exclusivamente via Call Center, telefone 0800-646-6444. Funciona 24 horas por dia, sete dias por semana e fornece número de protocolo e rastreamento das ligações, que ficam gravadas e podem ser solicitadas a qualquer momento. Além disso, é gratuito e acessível para telefones fixos ou móveis dentro do Rio Grande do Sul. Assim, todo o atendimento ao usuário fica registrado no sistema. O escritório localizado na rua 24 de Maio, Centro, segue funcionando normalmente para atendimento presencial. O cidadão dispõe de outros canais, como o App Corsan e a Central de Serviços e o Atendimento Online. O primeiro possibilita acesso facilitado de forma eficiente, atual e capaz de atender às necessidades dos clientes conectados via celular, proporcionando agilidade na prestação de serviço. Disponível para os sistemas Android e iOs, permite visualizar as faturas em aberto e o código de barras para pagamento - inclusive aquelas cadastradas como débito em conta, conferir a situação das últimas doze faturas, acompanhar a situação do abastecimento, informar falta de água em seu imóvel, avisar sobre vazamentos de água ou esgoto, checar o histórico de solicitações e protocolos, e pesquisar os endereços das Unidades de Saneamento da Corsan. Já a Central de Serviços está disponível no site corsan.com.br e oferece aos clientes diversas facilidades, tais como emitir a segunda via da fatura, laudo de qualidade da água distribuída e certidão negativa de débito, acompanhar o andamento de solicitações, verificar a situação de interrupções no fornecimento de água, programadas ou não, informar vazamento em hidrômetro ou quadro de água, falta de água em seu imóvel, cadastrar fatura para envio por e-mail, e esclarecer dúvidas na seção 'Perguntas Frequentes'. O Atendimento Online é um canal disponível no site quando acessado de um computador, clicando no canto inferior direito da tela. Por meio dele, é possível solicitar ou consultar os mesmos serviços disponíveis pelo Call Center. Esse canal atende também de fora do Estado, além de usuários com deficiências auditivas. A Corsan segue atendendo presencialmente em todas as suas unidades de atendimento.

Bombeiros recebem visita de crianças

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, com sede em Veranópolis, recebeu em 16 de maio a visita de vinte e seis crianças com idade entre 3 e 4 anos, da turma da pré-escola do Colégio Regina Coeli. A guarnição de serviço ministrou palestra sobre prevenção de acidentes domésticos e fez demonstração dos equipamentos e viaturas utilizados pela corporação.

Audiência debate Plano Diretor e de Mobilidade

A terceira audiência pública de revisão do Plano Diretor e Elaboração do Plano de Mobilidade Urbana aconteceu em 16 de maio e apresentou à população as principais mudanças do atual plano, aberto a novas sugestões. Os trabalhos para revisão e construção iniciaram em novembro de 2017 e seguiram até junho de 2018. Foram coordenados por equipe técnica da Prefeitura, com assessoria de profissionais qualificados da Universidade de Caxias do Sul. A elaboração do Plano Diretor Municipal é determinada pelo Estatuto da Cidade, através da lei 10.257/2001. É definido como instrumento básico para orientar a política de desenvolvimento, além do ordenamento da expansão urbana e rural do Município. É elaborado em prol do bem coletivo, da segurança e do bem estar dos cidadãos, com equilíbrio ambiental. Tem por finalidade estabelecer diretrizes na organização da ocupação dos espaços, buscando garantir a convivência harmônica entre espaços públicos e privados. Já o Plano de Mobilidade organiza o tráfego nas cidades, envolvendo a locomoção das pessoas e veículos, adequando o sistema viário existente e prospectando também as macroestruturas de interligação entre os municípios e regiões. O prefeito Waldemar De Carli reitera que todas as modificações foram discutidas durante todas as audiências anteriores, com diferentes segmentos da comunidade. André Melati, arquiteto e urbanista e professor da UCS, auxiliou no desenvolvimento do projeto. Melati reforça a importância da elaboração das audiências públicas. "É o momento em que há transparência e abertura, para que a população possa opinar sobre a cidade em que espera viver", aponta. De acordo com Gerson Muller, um dos responsáveis técnicos do projeto, a participação popular na construção destes planos gera legitimidade do processo. "A terceira audiência, mesmo apresentando propostas, não é o projeto finalizado. Ainda é possível realizar mudanças, tanto é que sugestões levantadas durante a audiência estão sendo incorporadas no projeto", garante. Para ele, é uma lei fundamental no sentido de controlar o desenvolvimento da cidade, respeitando suas características. Foi definido na audiência que um novo debate sobre o assunto será realizado durante sessão da Câmara de Vereadores, a qual aprovará ou não o projeto.

Campus Veranópolis realiza abraço simbólico no IFRS

Em defesa dos Institutos Federais, a comunidade acadêmica do Instituto Federal do Rio Grande do Sul realizou abraços coletivos simbólicos na reitoria e nos campi em 13 de maio. O objetivo era chamar a atenção para os impactos negativos que o corte orçamentário anunciado pelo Ministério da Educação terá no funcionamento da instituição. Estudantes e servidores participaram das iniciativas. No Campus Veranópolis foram dois momentos, um com os estudantes da tarde e outro com os da noite. Em 15 de maio, os alunos se mobilizaram para se manifestar contra os cortes orçamentários sofridos pelos IF. Na oportunidade, confeccionaram cartazes e protestaram no Centro de Veranópolis.

Fórum de Enfermagem debate o envelhecimento

O quinto Fórum de Enfermagem - Cuidar do Envelhecer: Presente e Futuro, foi realizado no plenário da Associação Comercial, Industrial e Cultural de Veranópolis nos dias 14 e 15 de maio, com colaboração do projeto Hospital Amigo do Idoso. O evento abordou assuntos como 'Doença de Alzheimer: da fase moderada à fase avançada', 'O Testamento Vital no Contexto Brasileiro' e 'Ruídos na Comunicação', proporcionando momentos de integração e troca de conhecimento entre os presentes. Foram palestrantes o médico João Senger, a advogada Taís Martinez e o humorista Edgar Salvi, o 'Marreta'. O evento foi organizado por Laci Pedrotti Turra, Cassiano Dall'Agnol Dalva Bazi, Evelin Kasmirscki, Gabriela Criveletto Simonetto e Renata Cerioli. Foram apoiadores as Secretarias de Saúde da Microrregião, União Química Hospitalar, Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi e Academia Veranense de Assistência em Saúde.

5 mil flores são plantadas

A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente de Veranópolis, através de equipe terceirizada, está plantando mais de cinco mil mudas de flores nas principais ruas, avenidas e praças. A espécie é amor perfeito, por ser uma flor típica para a o frio, já que o inverno se aproxima. Além disso, as novas flores deixam a cidade mais bela e colorida.


ESPORTE

AAV enfrenta o Genoma Colorado

No sábado pela manhã, 18 de maio, os alunos da modalidade de futsal da Associação Atlética Veranópolis entraram em quadra pela Copa Sortica. O adversário foi o Genoma Colorado, de Porto Alegre, com partidas no Ginásio Poliesportivo Municipal Leonir Antônio Farina. Foram disputados jogos em cinco categorias, sendo que os visitantes aplicaram goleada de sete a dois pela Sub9 e de cinco a três pela Sub11. Na Sub11 Prata, o time colorado venceu por dois a um. As vitórias veranenses foram de dois a um pela Sub13 e um a zero pela Sub15. O próximo compromisso dos alunos da AAV será no primeiro dia de junho, pela Copa Sesc.

AAV joga a Copa Flores da Cunha

A Associação Atlética Veranópolis participou no domingo, 19 de maio, da Copa Flores da Cunha de Vôlei. A competição foi disputada na categoria Mirim e contou também com as equipes Cia Volei, APA/UCS, Pepi e AMSM. Os jogos foram no Ginásio Municipal de Flores da Cunha.


VARIEDADES

Festival enogastronômico é neste domingo

A terceira edição do VeraCult acontece neste ano com temática de quermesse na praça XV de Novembro. Serão disponibilizados para a comunidade e visitantes os vinhos veranenses, gastronomia local, feira de artesanato e produtos feitos à base de uva. Além disso, quermesse com música e entretenimento para toda a família. O evento acontece neste domingo, dia 26 de maio, a partir das 14h na Rua Coberta, que será inaugurada oficilamente às 17h. Às 16h se apresenta o grupo Novitá, às 17h30min será a vez do Coro Piacere di Cantare, às 19h terá bingo e às 20h sobe ao palco o Duo Canto Baixo, com Franceli Zimmer e Tiago Andreola. O VeraCult Quermesse faz parte das comemorações do Dia do Vinho Brasileiro, que acontece em diversas regiões do país de 17 de maio a 2 de junho. A programação completa do Dia do Vinho Brasileiro está em diadovinho.com.br. A realização é da Prefeitura Municipal de Veranópolis, através da Secretaria de Turismo e Cultura, Grupo de Gastronomia e Vitivinicultores do Município, Câmara de Vereadores de Veranópolis, Emater, Atuaserra, Ibravin, Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria.

Expo Bassano terá Zezé Di Camargo e Luciano

Nova Bassano realiza desta esta quinta-feira, 23, a terceira Expo Bassano, com atividades até o domingo, 26 de maio. A feira contará com mais de com espaços para exposição. Nos shows, o destaque é para Zezé Di Camargo e Luciano que se apresentam neste sábado, 25. Também vão subir ao palco Nenhum de Nós na sexta, 24, e Gaúcho da Fronteira no domingo, 26. Os ingressos são vendidos em Nova Prata no Point e em Veranópolis na Brava Vídeo. A corte de soberanas é formada pela rainha Melânia Viapiana da Fonseca e princesas Gianne Segalin e Paloma Toscan.


REGIÃO

Torneio de Vôlei de Areia premia vencedores

O Torneio Municipal de Voleibol de Areia 2019 de Vila Flores - Taça FestFlor foi realizado no sábado, dia 18 de maio, na quadra da Micromazza. A corte da FestFlor, rainha Keila Omizzolo e princesas Debora Peruzzo e Laiana Albuquerque, esteve presente na abertura da competição. As duplas vencedoras foram Cleia Costella e Paula Migon, seguidas de Cleusa Ferro e Verânea Godinho. No Masculino, vitória de Leandro Gayeski e Cheiver Schiavon, com Neidir Rigo e Luiz Eduardo Zandoná em segundo, e Mateus Furlanetto e Fernando Furlanetto em terceiro. Na categoria misto, a campeã foi a dupla formada por Cleia Costella e Neidir Rigo. Em segundo lugar, Leandro Gayeski e Cleusa Ferro, depois Rosiane Galli e Mateus Furlanetto. A entrega dos prêmios teve a participação do prefeito Vilmor Carbonera, vice Rudimar Peruzzo, vereador Isidoro Paludo e representante da Coordenação de Esportes, Rafael Ferrazzo. A competição é realizada pela Prefeitura de Vila Flores através da Coordenação de Esportes e Secretaria de Educação e Cultura.

Festa In Vêneto encerra com mais de 35 mil visitantes

Com tema 'Ricordiamo', um convite para recordar e amar os legados deixados pelos imigrantes colonizadores, mais de 35.000 pessoas visitaram a oitava Festa In Vêneto, em Cotiporã. A edição inovou com a realização do evento em dois finais de semana, de 10 a 12 e de 16 a 19 de maio, totalizando sete dias de festa. Com pavilhão comercial, cultural, gastronomia, shows, Mostra da Atividade Leiteira e agroindústria, a feira garantiu a divulgação dos costumes herdados pelos colonizadores italianos, alemães e polononeses, bem como a interação com ambientes, proporcionando experiências simples, mas valorosas. Desde mexer o tacho de polenta, fazer marmelada ou amassar pão, os visitantes puderam degustar das delícias das agroindústrias gratuitamente e viver a simplicidade da cidade de interior. A rainha Taís Bergamin Kemerich afirmou que a maior recompensa pelo trabalho realizado é o carinho que ela e as princesas Valdirene Gobbi e Sílvia Kaczala, bem como a corte infantil, rainha Victória Eduarda Gabriel e princesinhas Maria Paula Bergamin e Juliana Turcatel, receberam da população. "A gente sente o carinho de uma forma muito singular, e sem dúvida, é o que de mais bonito a gente leva dessa experiência", garantiu. Taís ressaltou a importância da população para o evento. "Cotiporã naturalmente é envolvida com a festa, é algo muito bonito do Município, que a gente espera que se mantenha. A comunidade se une, faz acontecer e é por isso que a festa é um grande sucesso", concluiu a rainha. Para o prefeito José Carlos Breda e o presidente da Festa In Vêneto, vice-prefeito Ivaldo Wearich, o evento conquista os visitantes por meio da hospitalidade do povo cotiporanense e do cuidado que a festa tem em garantir a diversão de todos os públicos, desde as crianças até os idosos. Breda ressaltou, durante o encerramento no domingo, 19, que a população deve acreditar no seu potencial e falar com orgulho da Festa In Vêneto. "Afinal, é um dos eventos mais visitados e reconhecidos da região", discursou. Fartura gastronômica A Casa da Mamma foi o maior atrativo do evento, conquistando milhares de pessoas por meio da gastronomia típica italiana colonial. Dentre as opções do cardápio, o pão quente feito na hora no forno à lenha e a sopa de capeletti foram os pratos mais vendidos. Segundo a coordenadora da Casa da Mamma, Leda Pitol Tres, mais de 6.000 pratos de sopa e aproximadamente 3.100 pães foram produzidos e vendidos durante a festa. A festa ofereceu praça de alimentação com diversidade de opções e restaurante com buffet no CTG Pousada dos Carreteiros. No pavilhão cultural e pavilhão de shows, mais de cinquenta atrações compuseram a programação, garantindo diversão durante todos os dias de festa. Desde talentos locais até convidados, a programação contou com danças, teatro, música e humor, ficando marcada pelos shows de Vitor Kley, CPM 22 e Badin, os quais reuniram o maior número de pessoas. A secretária de Turismo e Cultura, Patrícia Gabriel, ressaltou a preocupação em organizar e selecionar atrações que enaltecessem a cultura e dessem oportunidade aos talentos locais. "Priorizamos as apresentações dos talentos locais e grupos que tinham suas temáticas voltadas à valorização da cultura, pois a Festa In Vêneto busca preservar e enaltecer as contribuições dos imigrantes italianos, sem esquecer das demais", pontuou. A nona edição da Festa In Vêneto está prevista para ocorrer em maio de 2022.

Palmeiras é campeão em Fagundes

A equipe do Palmeiras sagrou-se campeã municipal de futebol de Fagundes Varela. Em jogo realizado no dia 18 de maio no Estádio Olmar De Carli, o Palmeiras venceu o Bella Vista nos pênaltis pelo placar de quatro a três. No tempo normal, a partida terminou empatada em dois a dois. Assim, o Palmeiras é tricampeão do certame, pois levantou a taça nas edições de 2017, 2018 e 2019. Em terceiro lugar ficou o Flamengo, seguido de Amiga.com e Água Verde. O destaque de disciplina ficou com o Flamengo. O Palmeiras levou o troféu de goleador com Maicon Tonatto e o Água Verde teve o goleiro menos vazado, Danrlei Migon. A organização esteve a cargo do Departamento de Esportes da Prefeitura de Fagundes Varela, em parceira com o CMD.

Começa a preparação da Festa Dela Colònia

A primeira reunião com entidades e capelas do Município para organização da terceira Festa Dela Colònia, que acontecerá nos dias 26, 27 e 28 de julho, foi realizada no dia 14 de maio. O encontro reuniu catorze capelas e dez entidades, além da comissão organizadora dos festejos. A programação prevê, dentre outras atrações, filó, jogo de cartas, jogos coloniais, missa em Talian, almoço na praça, comercialização de produtos das agroindústrias e artesanato, desfile temático sobre a imigração, folclore e cultura do povo fagundense. O tema do evento é 'Nostra Terra, Nostra Gente', com o objetivo de festejar, recordar e preservar a cultura do imigrante italiano de Fagundes Varela. Para o presidente da Festa Dela Colònia, Argel Rigo, será "uma manifestação genuína da cultura do povo fagundense, que sempre se caracterizou por honrar e amar sua terra natal".


OPINIÃO

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

Câncer e espiritualidade - Podemos considerar que um câncer acontece quando uma estrutura celular decide agir contra o próprio corpo que habita. De certa forma, o ser humano equivale a uma estrutura celular em um corpo cósmico maior. Se começamos a destruir nosso próprio planeta, estamos nos equiparando a um tipo de câncer, pois sem dúvida estamos agindo contra o corpo em que estamos. Todas as substâncias químicas presentes em nossos alimentos, pesticidas, poluição e radiações consideradas cancerígenas são um reflexo no plano físico do princípio espiritual destrutivo dentro da mente da raça humana, ajudando a doença a se manifestar. É raro alguém não ter um membro da família afetado por essa doença e enquanto a medicina ocidental convencional continua a buscar uma cura baseada na manifestação física desse desequilíbrio, as causas reais permanecem inexploradas. À medida em que a consciência planetária evoluir, as pessoas começarão a entender mais sobre as verdadeiras lições que devem ser aprendidas através do câncer e outras doenças espirituais.

Quando essas lições forem coletivamente aprendidas e deixarmos de lado esse materialismo egoísta, a necessidade cármica não existirá mais e a doença desaparecerá automaticamente. Supondo que existam seres superiores com a capacidade de curar o câncer, provavelmente eles não fariam essas curas pois, se você curar a doença física, mas a lição não foi aprendida pela alma, a necessidade cármica para a manifestação da doença permanece e o problema não é resolvido. Esse nosso reconhecimento do mal que fazemos ao planeta e a nós mesmos, esse conhecimento básico das leis do karma, da ação e reação, talvez seja um pré-requisito para um contato aberto com seres mais evoluídos de outras dimensões ou planetas.

Quanto mais tempo permanecermos ignorantes sobre essas leis, mais continuaremos isolados de nossos vizinhos mais evoluídos.Temos que entender que a ação errada, combinada com o pensamento errado, inevitavelmente causarão as doenças. Por outro lado, à medida em que as vibrações da quinta dimensão continuam a aumentar, as pessoas estão deixando de ter medo e entendendo que mesmo a inevitável raiva causada por uma doença terrível como o câncer pode ser transmutado em coragem, desapego, amor altruísta e senso de ajudar ao próximo. Muitos já experimentam a sensação de tomar parte nesse movimento de entendimento e transmutação do ser humano. As velhas fórmulas de viver egoísticamente vão aos poucos dando lugar a uma melhor forma de vida. Estamos aprendendo na dor e evoluindo no caos que nós criamos. Estamos entendendo a equação simples de causa-efeito.
* Célio Pezza, celiopezza@yahoo.com.br


GALERIA DE FOTOS

5ª Festa In Vêneto - maio de 2019 - Cotiporã

X Femaçã - abril de 2019 - Veranópolis