Notícias da edição 659 • 24 de julho de 2015 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS


CAPA E DESTAQUES

Daer proíbe 'bitrem' na Serra das Antas

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem instalou sinalização vertical proibindo o tráfego de caminhões 'bitrem' e com peso bruto total superior a 36 toneladas na BR-470. A regulamentação vale para o trecho entre os quilômetros 177,8 e 209, na Serra das Antas entre Bento Gonçalves e Veranópolis. Inspeções técnicas na Ponte Ernesto Dornelles acusaram problemas que afetam sua estrutura. Diante do risco apresentado, foi criada a regulamentação limitando o tráfego de veículos de carga. A Polícia Rodoviária Federal vai fiscalizar os veículos, e os motoristas que desobedecerem a proibição serão autuados e o veículo será impedido de prosseguir, devendo retornar.

Idealizador da Escola da Ponte palestra no encerrramento do Seminário de Educação

Veranópolis sediou o décimo Seminário Nacional de Educação e quinto Seminário Internacional de Educação. Desde a segunda-feira, 20, até quarta, 22, a Sociedade Alfredochavense foi palco de oficinas, palestras e atividades culturais. Na primeira noite foram contabilizados 510 participantes oriundos de Veranópolis, Vila Flores, Cotiporã, Fagundes Varela, Nova Prata, Bento Gonçalves e Porto Alegre. Na terça-feira, 21, a programação iniciou com a psicóloga Natália Becker e médica Kaissara Ricordi Pereira. À tarde, a palestrante foi a pedagoga Regina Emiko Shudo e, à noite, a pesquisadora Cleodes Maria Piazza Júlio Ribeiro, o escritor José Clemente Pozenato e a pedagoga Taíse Agostini apresentaram painéis. Ao longo do evento, palestraram também Marcus Garcia, José Pacheco, Thiago Berto, Lia Ciomar Macedo de Faria, Adriana Macedo de Faria Silvestre, Marléa Ramos Alves e Luiz Osmar Mendes. Houve apresentação da Associação Atlética Veranense, teatro Arte In Cena de Cotiporã, Grupo de Danças Léia Berti, Orquestra de Sopros de Veranópolis, grupo Tem Gente no Palco, grupo Caizum, Coro Municipal de Veranópolis e Tatiéle Bueno.

O encerramento foi na quarta-feira com o especialista em leitura e escrita, mestre em Ciência de Educação José Pacheco, idealizador da Escola Básica Integrada de Aves/São Tomé de Negrelos, de Portugal, popularmente conhecida como 'Escola da Ponte'. Os seminários foram uma realização da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Veranópolis, Fecomércio/RS e Sesc, com apoio Câmara de Vereadores de Veranópolis, Centro Cultural e Comdica.

Lançada a biografia de Elias Ruas Amantino

O lançamento do livro que conta a vida do comendador Elias Ruas Amantino aconteceu na segunda-feira, 20 de julho, em Veranópolis. Pela manhã houve coquetel na Soal para convidados. À noite a programação foi na Confraria das Letras - Gato Preto. A obra 'Na Mira - A vida de Elias Ruas Amantino' foi escrita por Uili Bergamin e publicada pela Editora Épsilon. 'Seu Ruas' completaria 100 anos na data. Um dos objetivos da família do biografado, agora, é construir nos próximos anos um memorial, que será aberto para visitação pública. O presidente da Câmara de Vereadores de Veranópolis, Rudimar Caglioni, e o vereador Lirio Soares estiveram na cerimônia junto a autoridades regionais, familiares e amigos do homenageado.

Veranópolis se fez presente no Encontro Regional de Vereadores

O presidente da Câmara de Vereadores de Veranópolis, Rudimar Caglioni, e os vereadores Alice Hoffmann Peruffo e Moisés Pertile, participaram do primeiro Encontro Regional de Vereadores realizado no dia 14 em Serafina Corrêa. Na reunião com dezoito cidades representadas, o lema foi 'Ideias para proposições de iniciativa da Câmara'. Palestrou o diretor do Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos, André Leandro Barbi de Souza. Segundo os participantes, o evento foi oportunidade de aprendizado e troca de informações, especialmente sobre o papel do Legislativo e a importância de se representar bem a sociedade.

Sebrae traz unidade móvel a Veranópolis

Um veículo adaptado e transformado em escritório itinerante estará à disposição de empresários e futuros empreendedores de Veranópolis no próximo dia 28, das 9h ao meio-dia e das 13h às 17h, na na praça XV de Novembro. A unidade móvel do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas vai oferecer assessoria em gestão empresarial, informações sobre abertura de empresas, cursos e consultorias, serviços de apoio para o microempreendedor individual e orientações de acesso a crédito. A iniciativa é do Sebrae/RS e Secretaria Municipal de Indústria e Comércio.


VARIEDADES

APAVE tem animais para adoção

Animais trazem energia e força para nosso convívio, compartilham conosco de sua alegria e eterna fidelidade. Devemos respeitá-los, dar-lhes carinho, alimento, saúde e moradia. Se você pensa em adotar um novo amigo, procure a Associação Protetora dos Animais São Franciso de Assis de Veranóplis. O abrigo fica na RSC-470, trevo para Fagundes Varela. E doações de ração são muito bem-vindas. Seja amigo no Facebook, o endereço é facebook.com/apave.veranopolis.



REGIÃO

Inverno é aquecido em Vila Flores e região

O inverno de muita gente será mais aquecido em Vila Flores e região pela Campanha do Agasalho 2015 realizada pelo gabinete da primeira-dama com a Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social. Os coordenadores do projeto divulgaram esta semana os números oficiais da campanha, que teve grande participação da população vilaflorense. A arrecadação foi de vinte mil peças de roupas, quantidade que ultrapassou a do ano passado. Após uma seleção feita por membros da campanha, as peças foram distribuídas para mais de 400 famílias. "A campanha foi um sucesso graças à ajuda e empenho da população vilaflorense, e conseguimos ampliar consideravelmente o número de agasalhos arrecadados este ano. Estamos vendo o quanto esta mobilização é necessária. Apesar de ter um período específico de divulgação, a campanha é permanente porque, infelizmente, a necessidade de muitas pessoas é contínua", ressaltou a primeira-dama Dalva Carbonera. Mesmo com o término da ação e o recolhimento nos pontos de coleta, a arrecadação de agasalhos segue em Vila Flores porque a solidariedade não pode parar. Quem desejar pode seguir doando agasalhos diretamente na Secretaria de Saúde e Assistência Social.

Liga de Combate ao Câncer de Vila Flores recebe doação do Sicredi

A diretoria do Sicredi realizou ação de doar à entidade da cidade onde as unidade atuam, durante a realização das assembleias, o valor de R$ 2 por associado participante. Em Vila Flores houve grande participação de associados, fazendo com que a doação fosse repassada à Liga Feminina de Combate ao Câncer, para beneficiar as pessoas atendidas.

Comitiva da FestFlor viaja pela região

No último final de semana, uma comitiva da FestFlor com as soberanas e embaixatrizes participou de eventos na região para divulgação. Na sexta-feira passada, dia 17 de julho, estiveram na Festipizza, em Serafina Corrêa, e no domingo, 19, na Festiqueijo em Carlos Barbosa. Fizeram convites, participaram de atividades e posaram para fotografias com outras soberanas e visitantes. As novidades na programação estão em www.festflor.com.br.

Prestação de contas chega a mais de dez comunidades de Cotiporã

Na última semana, o prefeito José Carlos Breda, vice Ivaldo Wearich, secretários e servidores prestaram contas aos moradores de Nossa Senhora da Pompeia, Santo Antônio e São Vicente, falando sobre os trabalhos desenvolvidos em Cotiporã. Já são mais de dez localidades participantes no Projeto Prefeitura nas Comunidades, que oportuniza a todos os cotiporanenses um momento de interação com a Administração Municipal.

Embaixatrizes de Cotiporã desfilam na Festa do Colono e Motorista

Pensando em preparar as seis candidatas a soberana da sétima Festa In Vêneto, a rainha Thaís Zancanaro Cesca e princesas Ana Júlia Griguol e Letícia Girardi Cendron, juntamente com a Prefeitura Municipal, organizaram diversas atividades. Na segunda-feira, dia 20 de julho, as moças divertiram-se com práticas aplicadas pela professora e diretora da Cia Municipal de Teatro Arte In Cena, Adriana Titton Balotin. Com técnicas dramáticas, aprenderam sobre corpo, voz e movimento, além de percepção, escrita e apresentação. No dia 21, o coordenador de Jornalismo da Rádio Veranense, Marco Aurélio Santana, esteve em Cotiporã conversando com as embaixatrizes sobre oralidade, boa comunicação e entrevistas. Em um bate-papo descontraído, as jovens puderam esclarecer dúvidas e simular situações de conversas e apresentações. Neste domingo, dia 26, as seis candidatas estarão no desfile da Festa do Colono e Motorista e se apresentarão, pela primeira vez, a Cotiporã e região.

Agricultor de Fagundes investe na construção de cisterna

O tempo chuvoso dos últimos dias tem colaborado para o agricultor Cesar Giombelli, que busca segurança em caso de estiagem no futuro. Ele, a esposa e o filho construíram uma cisterna para garantir o abastecimento do aviário de sua propriedade. A ideia é pioneira em Fagundes Varela. A cisterna tem capacidade para armazenar mais de 520 metros cúbicos de água e foi construída em junho, com apoio da Prefeitura. "Sempre tive medo que faltasse água na propriedade. Com apoio da Secretaria de Agropecuária e da Emater, pesquisei e decidi colocar a cisterna", conta. A preocupação dele era que o poço no futuro possa não dar conta do abastecimento. Apenas no aviário são criadas cerca de 32 mil aves. Segundo o secretário de Agropecuária, Dario Russi, a primeira cisterna de Fagundes Varela teve 100% dos serviços de máquina subsidiados pelo Município. Para o prefeito Jean Fernando Sottili, que visitou o local, o investimento feito com contrapartida dos cofres públicos serve de exemplo para que outros possam pensar no futuro. "Nós oferecemos, além do custo zero para as propriedades em serviços de máquina, toda a orientação necessária para que o agricultor possa estar mais tranquilo no futuro. Estamos garantindo a sustentabilidade das famílias e tratando de educação ambiental", avaliou Sottili. Além do incentivo à instalação de cisternas nas propriedades rurais, Fagundes também se destaca no Estado pelo incentivo também na área urbana. Quem tem cisterna recebe desconto no pagamento do IPTU.

Conferência debate saúde pública em Fagundes

A Secretaria Municipal da Saúde e o Conselho Municipal de Saúde de Fagundes Varela promoveram no dia 9 a sexta Conferência Municipal da Saúde. O evento foi realizado na Câmara de Vereadores tendo como tema principal 'Saúde Pública de qualidade para cuidar das pessoas. Direito do povo brasileiro'. O palestrante foi o diretor do Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi de Veranópolis, Rogério Franklin da Silva, que abordou o financiamento da saúde pública. O prefeito Jean Fernando Sottili, o secretário de Saúde Éder Pelegrini e o presidente do Legislativo, Elizandro Valente, também participaram do ato.

Fotógrafo do Pioneiro realiza oficina em Fagundes

Mais de vinte pessoas participaram na tarde do último sábado, dia 18 de julho, de uma oficina de fotografia. A atividade ocorreu no auditório da Escola Municipal Caminhos do Aprender em Fagundes Varela, reunindo apaixonados pela arte, de toda a região. O ministrante foi o fotógrafo do jornal Pioneiro e professor da Universidade de Caxias do Sul, Porthus Jr.


COLUNAS

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

Moradores de rua - Um dia destes assisti a um filme chamado O Solista, sobre um músico talentoso, que era morador de rua,por problemas mentais. No final, falaram sobre a existência de 90.000 moradores de rua na cidade de Los Angeles. Não existem estatísticas seguras em lugar nenhum do mundo e, no Brasil, o IBGE não consegue chegar a um número correto, pois alega que os moradores de rua não possuem endereço fixo. Os números aproximados mostram que nos Estados Unidos existem mais de 350 mil moradores de rua. Na Inglaterra, são mais de 300 mil. Em Moscou, sabe-se que morrem mais de 400 pessoas nas ruas devido ao extremo frio durante cada inverno, mas não se tem um número certo de quantos são no total.

No Brasil, de acordo com um levantamento do Ministério do Desenvolvimento Social, estima-se que perto de 1,5 milhão de brasileiros vivam nas ruas. São pessoas excluídas do sistema por problemas como alcoolismo, drogas, doenças mentais, desavenças com familiares, desemprego, desilusão com a vida e outros. Este é o nosso mundo real, não aquele da Copa do Mundo. Também é muito triste saber que, enquanto escrevo este artigo, no aconchego do meu lar, existem pessoas preocupadas em ter um jornal para se cobrir e tentar sobreviver ao frio da noite, muitas vezes de estomago vazio. Uma pesquisa feita pelo Ministério Social e Combate a Fome entre 32 mil moradores de rua mostrou outro dado surpreendente - 74% sabem ler e escrever, 48% terminaram o ensino fundamental e 2% completaram curso superior e falam outros idiomas.

Em São Paulo, a Prefeitura instalou várias rampas contra esses indesejáveis inquilinos nas áreas subterrâneas da avenida Paulista, com um piso áspero e incômodo para evitar que durmam lá, pois não é adequado um cartão postal da cidade estar cheio de moradores de rua. A Prefeitura também quer acabar com a distribuição gratuita de sopa aos moradores de rua, que é feita por instituições de caridade, a não ser que ela ocorra nos albergues da Prefeitura, e enquadrar criminalmente aqueles que insistirem nesta prática de solidariedade humana. As instituições alegam que isto é uma criminalização da caridade e, no meio dessa polêmica, lembro que perguntaram a um morador das ruas de São Paulo sobre o que há de pior em viver nas ruas. Ele coçou a barba, olhou para o vazio, e respondeu:

- O pior... O pior é a chuva!

Enquanto eu escrevo esta crônica, cai uma chuva fina lá fora.
* Célio Pezza


PANORAMA SOCIAL

Carnaval 2015 - clique para ver a galeria


ESPECIAIS

Especial de Natal 2014 - clique para ver o especial na íntegra

Troféu Imprensa Regional 2ª edição - clique aqui para ler na íntegra